10 alimentos que são vilões da dieta

Para levar uma vida saudável e, claro, para aqueles que querem perder quilos extras, a mudança de hábitos alimentares é sempre o primeiro passo. Aliás, para o emagrecimento saudável, a dieta balanceada é o que irá, realmente, lhe ajudar.

Com alguns ajustes aqui e ali e, sem se esquecer das atividades físicas, emagrecer passa a se tornar uma realidade. O básico das dietas todos sabemos como é, redução do açúcar, da gordura e do sal. Mas, aposto que há casos em que, mesmo quando tudo é feito para perder peso e a balança simplesmente não mexe seus ponteiros. Esse é um problema constante, que deve ser creditado à falsa impressão de que alguns alimentos são saudáveis, inofensivos e que não influenciam na dieta. Existem diversos alimentos tidos como saudáveis, que não possuem valor nutricional algum e, ainda são carregados de sódio e de açúcar. Listamos alguns:

Gelatina

Embora seja distribuída e comercializada com o rótulo de que seja um alimento com poucas calorias e que ajuda a dar firmeza na pele, devido às concentrações de colágeno, a verdade é que a gelatina não passa de uma sobremesa sem nutrientes, lotada de açúcar, corantes artificiais, com baixa absorção de colágeno, por parte do nosso organismo. Ou seja, comer gelatina não ajuda em nada, a dieta. E, não pense que a versão diet muda as coisas, porque não muda. Uma boa sobremesa consiste em frutas, que devem ser consumidas diariamente.

Comida japonesa

Apesar de sua base ser de vegetais, frutos do mar e algas, as iguarias têm, em sua maioria, arroz e cream cheese, o que turbinam os sushis de calorias extras. Vale lembrar que o arroz é um carboidrato, se consumido em grandes quantidades, acaba virando açúcar. Um outro ponto de vista, que precisa ser levantado, é o fato de que apenas 20% das pessoas, que vão nesse tipo de restaurante, efetivamente comem peixe cru, os outros 80%, focam nos acompanhamentos, que são feitos na fritura, com shoyu ou manteiga, além das porções empanadas, como os tempuras e hot rolls. Outro fato preocupante é em relação ao shoyu, é feito à base de soja, mas é repleto de sódio.

Isotônicos

Possuem em sua composição, além de muita água, muito açúcar. Ou seja, proporcionalmente é como se você comesse um brigadeiro, depois do almoço e não fizesse exercícios. Isso porque estamos falando de alimentos que sabotam as dietas. Os isotônicos devem ser consumidos por atletas, que perdem sais minerais em atividades de intensidade. Para pessoas que desejam apenas manter o peso essas bebidas não são recomendadas.

Refrigerante light e zero

Apesar de bebidas, como essas, não possuírem calorias, eles recebem uma porção extra de adoçantes, para não deixar o refrigerante totalmente sem gosto. Então, engana-se quem acha que beber em grandes quantidades esse tipo de bebida, não vai fazer mal.

Barras de cerais

De acordo com alguns estudos, cerca de 90% das barras de cereais, vendidas nos mercados, não ajudam em nada nas dietas. Muito pelo contrário, elas são consideradas hipercalóricas e fontes ricas em açúcar. Para não cair nessa pegadinha, é necessário ler com bastante atenção o rótulo da embalagem e verificar a quantidade de farinha de trigo, açúcar e conservantes contidos no produto.

Queijo branco

Existem diversas versões de queijo branco, que podem conter alto teor de gordura e, a maioria deles, ainda pode conter uma média de 500 mg de sódio, a cada 100 gramas de queijo. Isso significa que pode-se consumir ¼ da quantidade ideal sódio diário, apenas com um pedaço de queijo. Prefira os do tipo tofu e o queijo minas, na versão light, que têm menos gordura e calorias.

Salada

O problema aqui, são os temperos e os incrementos que a salada recebe. Molhos, croutons, queijo, exagero de azeite e sal. Resultado, o que era para ser uma refeição leve, acaba se tornando uma bomba calórica, cheia de gordura. O mais indicado é ir com a opção básica, contendo folhas verdes, tomate e pepino, temperados com limão e pouqíssimo sal, acompanhados de peixe grelhado ou peito de frango. Sem erros e exageros.

Sopa pronta

A dieta da sopa é muito conhecida e traz bons resultados, mas há quem aposte nas sopas de caneca, industrializadas, com grandes concentrações de sódio. Já sabemos os resultados desse alimento: inchaço e retenção de líquidos. Mesmo com poucas calorias, os corantes, aditivos químicos e conservantes não compensam os problemas que vêm com o seu consumo. O ideal é sempre preparar a própria sopa, focando em legumes e evitando os queijos.

Água de coco

Que a água de coco é nutritiva, já sabemos disso. Mas é importante frisar que essa bebida é riquíssima em carboidratos e em gordura saturada. Isso, sem falar da versão de caixinha, que possui a adição de conservantes e sódio. Assim, como os isotônicos, a água de coco é recomendada para aqueles que estabelecem uma vida regrada de atividades físicas, devido a sua recomposição de nutrientes e de sais minerais. Porém, se a sua rotina é totalmente oposta a esse estilo, seu consumo exagerado leva ao acúmulo de calorias. Um chá gelado, principalmente nas versões termogênicas, são as opções mais indicadas para adquirir melhores resultados nas dietas.

Suco de caixinha

Quando se faz a opção de não beber refrigerante, normalmente, as pessoas tendem a escolher uma outra bebida saborosa, mas também prejudicial à saúde. O suco de caixinha ou latinha não são opções saudáveis. A maioria deles, tem muito açúcar na fórmula, fora o fato de que a fruta, a parte saudável da bebida, se junta aos corantes e aromatizantes industrializados. Portanto, é bem mais saudável preparar o próprio suco de frutas, e bebê-lo com moderação, ou optar por beber água, que sua dieta não será sabotada.

 

*com informações do Blog Multifarmas

Comentários