Aconselhamento genético para quem tem parentes com câncer

O câncer é uma doença genética, em que há uma alteração no DNA das células, onde se localizam os genes. Essa alteração pode ser adquirida, geralmente, relacionada ao ambiente, ou herdada, passada de pais e/ou mães, para os filhos. Um aconselhamento genético pode ser a chave para se manter longe do câncer.

Aconselhamento genético, câncer hereditário

 Aconselhamento genético

Toda a vida profissional da mastologista Deidimar Abreu esteve ligada ao diagnóstico e tratamentos do câncer de mama. Há tempos, seu trabalho vai muito além do consultório e do centro cirúrgico. A doutora Deidimar se tornou uma respeitada estudiosa da genética humana. No Hospital Albert Einstein, a especialista passou boa parte de seu tempo, em pesquisas, aulas e troca de informações sobre as possibilidades de herança oncológica. Assim, aumentam as possibilidades de prevenção e de diagnóstico recente. Fui até a doutora Deidimar Abreu e trago esta entrevista e uma vídeo aula obrigatória para quem tem câncer em família.

Câncer e aconselhamento genético, com a Mastologista Deidimar Abreu

Dra. Deidimar Abreu, Mastologista, CRM-GO 5822

Aurélia Guilherme – Toda a pessoa que herda uma predisposição genética vai desenvolver o câncer?

Dra. Deidimar Abreu – Nem todas as pessoas que herdam um gene defeituoso, desenvolverão o câncer. Isto vai depender da penetrância da mutação do gene, (intensidade do efeito em causar a doença, no caso, o câncer). Porém, apenas aquelas pessoas com alto risco familiar para o câncer, devem realizar um teste genético para o risco de tumores, feito através do exame da saliva ou do sangue.

Aurélia Guilherme – Uma vez, descoberta alguma predisposição genética maligna, como o mapeamento desses genes pode ajudar no Diagnóstico e Tratamento do Câncer?

Dra. Deidimar Abreu – Uma vez detectada uma alteração, em um determinado gene e, caso este gene tenha alta penetrância para um tipo determinado de câncer ou tipos de câncer, podemos estabelecer medidas de rastreamento para detecção precoce de tumores. Ou ainda, cirurgias redutoras de risco, ou mesmo, uso de medicamentos para redução de risco de neoplasias.

Aurélia Guilherme – Nos fale sobre a sua extensão profissional e o que está sendo vislumbrado para o futuro?

Dra. Deidimar Abreu – O aconselhamento genético em predisposição hereditária ao câncer é algo novo e, visa individualizar o seguimento de pessoas com alto risco para neoplasias. São discutidas as vantagens e desvantagens do teste genético. Mas, uma vez realizado, o aconselhamento permite que medidas adequadas de rastreio sejam realizadas. Isso permite diagnósticos precoces com chances de cura para o indivíduo. Além disso, quando as cirurgias poupadoras de risco são indicadas, conseguimos reduzir a incidência de tumores em até 90% dos casos. Podemos também orientar aos familiares, sobre os riscos de desenvolvimento de neoplasias, assim como para as próximas gerações.

Veja agora, a vídeo-aula sobre Aconselhamento genético para câncer hereditário. A especialista foi clara e conclusiva em suas palavras:

Visite o perfil da mastologista Deidimar Abreu, no portal Boa Vida Online, e se informe sobre todos os distúrbios da mama!

Grávida e com câncer de mama

Mastectomia

#aconselhamentogenético #testegenético #câncer familiar #genética #oncologia #câncer #riscodecâncer #saúde #deidimarabreu #aureliaguilherme #boavidaonline #boavida

 

Comentários