Alargamento vaginal – 7 motivos para fortalecer o períneo

Quanto constrangimento ronda a intimidade feminina! O assunto de hoje é mais comum do que se possa imaginar. Popularmente chamada de alargamento vaginal, a flacidez perineal gera transtornos que vão da dificuldade de segurar o xixi, a problemas de ordem sexual.

Alargamento vaginal flacidez perineal

Alargamento vaginal – Há como prevenir e fortalecer todo o assoalho pélvico com a fisioterapia urogenital

Alargamento vaginal

Diminuição da sensibilidade vaginal, parceiro queixoso da falta de aderência de todo o canal, algumas mulheres têm alargamento vaginal. O problema se torna mais frequente na maturidade, depois dos 40 anos. Porém, aquelas que querem prevenir e reverter o alargamento vaginal devem se preocupar com o fortalecimento pélvico. A fisioterapia urogenital é o caminho para ter os músculos do canal vaginal fortes e bem tonificados.

Tratamento

Alargamento vaginal - 7 motivos para fortalecer o períneo

A fisioterapeuta Betania Maria de Jesus percebe a força do canal vaginal através do Biofeedback, um aparelho essencial para reverter o alargamento vaginal

A receita é simples: exercícios de movimentação da pelve, uso de cones vaginais (halteres que potencializam o processo de fortalecimento local) e eletroestimulação (para despertar a inervação, muitas vezes, adormecida). 

A mulher ocidental não desenvolveu sua capacidade de percepção corporal plena. Por isso, não abro mão de utilizar o biofeedback, no tratamento de fortalecimento perineal de minhas pacientes. Trata-se de um aparelho eletrônico, que possui uma sonda, que é introduzida no canal vaginal. O objetivo de captar a força de cada contração local. Assim, surge a consciência corporal, absolutamente necessária, no processo de fortalecimento do períneo.

Vagina forte e saudável 

Esse é um tratamento que promove respostas muito positivas em toda a musculatura perineal. A mulher precisa entender que, quando não há prevenção ou tratamento adequados, é natural que aconteça enfraquecimento de toda essa região. O envelhecimento, a força da gravidade, as gestações, o sedentarismo e a obesidade são implacáveis com a grande maioria das pessoas. Vamos acabar com essa flacidez vaginal:

 7 motivos para fortalecer o assoalho pélvico

Hipertrofia do canal vaginal –

Com o passar do tempo, a musculatura da região urogenital perde consistência e começa a murchar, enrugar e, consequentemente, se torna mais flácida. Triste realidade. Com os exercícios uroginecológicos e utilização de aparelhos específicos, citados acima, podemos prevenir ou reverter esta situação. Toda a região pélvica se tonifica rapidamente, os músculos saltam e, consequentemente, nossa vagina se mantém rejuvenescida, seja em que idade for.

Fortalecimento do assoalho pélvico

Nossa pelve é totalmente revestida por uma malha muscular, que funciona como uma cama elástica biológica, que auxiliada pelos ligamentos e fáscias, sustentam e suspendem nossos órgãos pélvicos e abdominais. Os exercícios uroginecológicos promovem uma rede forte e firme e dão muita saúde à mulher.

Prevenção do deslocamento da bexiga e do útero

Você já ouviu falar que em algumas mulheres a bexiga ou o útero saem pela vagina? Meus Deus, vamos prevenir este terrível incômodo. Os exercícios uroginecológicos propiciam tanta firmeza muscular que todos os órgãos pélvicos trabalham confortavelmente amparados por músculos potentes.

Prevenção das incontinências urinária e fecal

Esses problemas são comuns e alteram de forma devastadora a rotina de uma mulher. Os exercícios uroginecológicos mantém a integridade desta estrutura, com o aumento da força e do tamanho das fibras musculares. Isso é o que se chama de hipertrofia.

Aumento da libido

Muitas mulheres têm preguiça sexual e se queixam de falta de desejo. Todos os exercícios uroginecológicos levam a uma irrigação sanguínea muito eficiente de toda a região pélvica. Com isso, há um aumento da temperatura local, a vagina se entumece com mais facilidade e a libido volta com força.

Melhoria do desempenho sexual

Agora já podemos imaginar a nova mulher que está surgindo. Os exercícios uroginecológicos dão nova vida sexual à mulher e o desejo de dividir toda essa conquista com quem se ama promove uma mudança de atitude durante os encontros de amor. Naturalmente ela vai adquirindo melhor desempenho sexual, se tornando mais plena e feliz.

Potencialização dos orgasmos

Esta é apenas uma consequência de toda essa transformação que acontece, quando realmente decidimos nos cuidar. Nossos exercícios uroginecológicos, ainda tem o propósito de promover o autoconhecimento feminino e toda a sua percepção sensorial. Nos reencontros com minhas queridas pacientes, depois desse tipo de tratamento, me abastecem com as informações de bastidores. De antemão, só posso adiantar, que todas, me lançam um olhar que não deixa dúvidas: as noites de amor se tornaram muito mais divertidas!

Cuide-se também, a fisioterapia uroginecológica é tudo de bom! Beijos e até o próximo mês!”

Betania Maria de Jesus é fisioterapeuta uroginecológica pelo CEAFI; Formação em Fisioterapia Uroginecológica na Trainee Vip 2016 (Brasília-DF); atuando na área de Fisioterapia Pélvica. 

Comentários