Cerveja – No Dia Internacional da loira gelada, você fala cervejês?

Cerva, breja, suco de cevada, loira, boa, ouro líquido e birra… Muitos são os apelidos da cerveja nossa de (quase) todo dia! Tem ainda alguns nomes pouco comuns, mas que ainda assim podem ser ouvidos por aí. São eles ampola, honesta, bera e gelol. Enfim, o dicionário cervejês é grande no Brasil.

Cerveja desbancou a cachaça e a caipirinha na preferência nacional

A cerveja é a bebida considerada a cara do brasileiro. Desbancou a caipirinha e a cachaça

Cerveja – Dicionário cervejês

A pesquisa Ibope Inteligência quis revelar qual é a bebida que tem a cara do brasileiro. Resultado: 59% dos entrevistados responderam a CERVEJA! A loira gelada deixou para trás duas bebidas que tradicionalmente têm grande relação com o país: cachaça e caipirinha. A cachaça foi mencionada por 11% dos entrevistados e a caipirinha, por apenas 5%. Entre as bebidas quentes, o café foi escolhido com 5% dos votos. Bem… larga vantagem para a breja, né não?!

Hoje é o Dia Internacional da Cerveja! Para celebrar a data, trouxemos algumas palavrinhas relacionadas às cervejas. É o dicionário cervejês. Ele é composto por termos que você, certamente, vai gostar de aprender.

Vamos lá, porque cerveja também é cultura!

Tipos de cerveja

No dicionário cervejês, uma explicação sobre os tipos de cerveja (Fonte: Pinterest)

Termos cervejeiros

ABV: sigla de Alcohol by Volume, ou seja, “Álcool por Volume” em inglês. É definido como o volume em mililitros de etanol puro em 100 mililitros de uma solução a 20°C. Ou seja, uma cerveja com 10% de ABV contém 10 ml de etanol puro a cada 100 ml de cerveja.

Adjunto: qualquer ingrediente que não seja água, malte, lúpulo ou levedura é considerado adjunto. Por exemplo: grãos não maltados, açúcares, frutas, flores, ervas, especiarias etc.

Cervejaria cigana: é a cervejaria que não tem fábrica própria, ou seja, terceiriza sua produção na fábrica de outra cervejaria.

Drinkability: termo usado para descrever o quanto essa bebida é fácil de beber. Uma cerveja com baixo drinkability sacia ou torna-se enjoativa mais rapidamente. Ao contrário da cerveja com alto drinkability.

Lambic: Uma das famílias cervejeiras. Trata-se de cervejas produzidas através de fermentação espontânea, com as leveduras presentes no ar.

Levedura: Também chamada de levedo ou fermento. Termo genérico para as diversas espécies de fungos unicelulares responsáveis pelo consumo de açúcares fermentáveis. Estão presentes no mosto de cervejas, vinho e massas de pão, por exemplo. São responsáveis por transformá-los em álcool etílico e gás carbônico (dióxido de carbono – CO2). A origem da palavra vem do latim levare, que significa “crescer” ou “fazer crescer”.

Lúpulo: Espécie de trepadeira que produz flores. É empregada na fabricação de cerveja por serem ricas em uma resina que traz amargor e aroma às cervejas.

Malte: Matéria-prima rica em açúcares fermentáveis produzida a partir da germinação e secagem de diferentes grãos, geralmente cevada e trigo.

(Com informações da Heineken/Eisenbahn Brasil e Mestre Cervejeiro.com)

Leia também: Mitos e verdades da loira gelada

#boavida # boavidaonline #blogdaaurelia #diainternacionaldacerveja #sextou #comemoracaocomamigos #cerva #fimdesemana #bebacomresponsabilidade #chamaogarcom #dicionariocervejes #gelada

Comentários