Cistite, com a Ginecologista e Obstetra Clarissa Japiassú

As mulheres podem apresentar com frequência episódios de Cistite, a infecção urinária que gera grande incômodo e agonia. Porém, há mulheres com infecções recorrentes, que acontecem em três ou mais repetições, durante o ano.

clarissa japiassu ginecologista obstetra goiania

Clarissa Japiassú – Ginecologista e Obstetra – CRM – GO 11468

Um transtorno que afeta a rotina feminina e que deve ser tratado logo nos primeiros sintomas de dor na uretra, que já indica que a bexiga está inflamada e repleta de bactérias. Tratamentos tardios podem agravar a infecção. Veja a entrevista da Ginecologista e Obstetra Clarissa Japiassú e reverta esse problema:

cistite infeccao urinaria mulher tratamento Aurélia Guilherme – Por que as infecções urinárias são tão frequentes nas mulheres?

Dra. Clarissa Japiassú – A uretra feminina é muito curta e susceptível às bactérias do meio externo e do trato gastrintestinal. Além disso, o uso de roupas justas mantém a região genital abafada, proporcionando um aumento da umidade local, o que favorece a proliferação bacteriana.

Aurélia Guilherme – Além de uma assepsia inadequada, relações sexuais podem infectar a mulher? Quais os seus conselhos?

Dra. Clarissa Japiassú – Ingerir bastante líquidos durante o dia; esvaziar a bexiga a cada três horas e, principalmente, antes e depois das relações sexuais; e usar preservativo para evitar as doenças sexualmente transmissíveis.

Aurélia Guilherme – Quais são os outros meios de contaminação da Cistite?

Dra. Clarissa Japiassú – As bactérias presentes no intestino, circulantes no trato gastrintestinal costumam causar Cistite com frequência, pela proximidade com a vagina e a uretra.

Aurélia Guilherme –  Pessoas idosas são mais susceptíveis ao problema?

Dra. Clarissa Japiassú – Sim, pela diminuição da proteção natural causada pelo hipoestrogenismo (diminuição de hormônios) próprio da menopausa. A presença de incontinência urinária também favorece a cistite.

Aurélia Guilherme – Quais os sintomas que identificam o quadro de cistite?

Dra. Clarissa Japiassú – Dor ao urinar, dor pélvica, aumento da frequência urinária e em pequenas quantidades de urina.

Aurélia Guilherme – Como tratar a infecção urinária ?

Dra. Clarissa Japiassú – Na maioria das vezes, a Cistite é tratada com antibiótico prescrito pelo médico.

Aurélia Guilherme – Por que as bactérias se tornam resistentes aos medicamentos e voltam a se proliferar com frequência, em quadros repetitivos do problema?

Dra. Clarissa Japiassú – Muitas vezes, a paciente teve um ardor temporário, por pouca ingesta de água, por exemplo, e tomou antibiótico sem necessidade. Consequentemente, as bactérias tornaram-se resistentes. Por isso, o uso do antibiótico deve ser monitorado pelo médico.

Aurélia Guilherme – O que fazer para tentar quebrar essa resistência?

Dra. Clarissa Japiassú – Ingerir muita água rotineiramente e procurar um médico ao surgirem os sintomas. Também é muito importante evitar  a auto – medicação.

Aurélia Guilherme – Quais os riscos de uma Cistite menosprezada?

Dra. Clarissa Japiassú – A infecção uretral e ou vesical pode ascender, acometer os rins e tornar-se uma pielonefrite, quadro grave, que necessita de internação.

Aurélia Guilherme – Fale sobre a Cistite Hemorrágica?

Dra. Clarissa Japiassú – No caso da Cistite Hemorrágica, ocorre a presença de sangue na urina, que pode estar associada à presença de cálculos no trato urinário.

“Hidratar – se é uma das formas mais eficientes de se prevenir a Cistite, pois a própria urina ‘lava a bexiga’, impedindo que as bactérias se acumulem.” 

Aurélia Guilherme – Qual a sua opinião sobre medicamentos à base de fosfomicina, que apresentam uma taxa de resistência bacteriana baixa? 

Dra. Clarissa Japiassú – São medicamentos bactericidas, ou seja, antibióticos eficazes no combate à infecção da via urinária baixa.

Aurélia Guilherme – Qual a verdade sobre os benefícios da frutinha Cranberry no tratamento e na prevenção da cistite?

Dra. Clarissa Japiassú – Trata – se de um antisséptico natural das vias urinárias, que também previne infecções. Pode ser ingerida na forma de fruto in natura, suco, sachês ou comprimidos.

#boavida #boavidaonline #cistite #infeccaourinaria #clarissajapiassu #saudefeminina #aureliaguilherme

Comentários