Colesterol bom e ruim – Você sabe qual a diferença entre eles?

Todos sabem que é importante para a saúde do coração manter o colesterol sob controle. Mas você sabe qual a diferença entre colesterol bom e ruim? Conhece o que significam os termos total, HDL e LDL? Aproveitando o Dia Nacional de Combate ao Colesterol, celebrado em 8 de agosto, abordamos aqui o tema. Nossa entrevista é com o cardiologista hemodinamicista Raphael Freire, um dos consultores do Boa Vida Online.

Colesterol bom e ruim - Você sabe qual a diferença entre eles?

Colesterol bom e ruim

O colesterol é importante para várias funções do organismo. Nossas células o utilizam para a produção das membranas celulares e dos hormônios esteroides (estrógeno e testosterona). No entanto, o colesterol em excesso pode obstruir os vasos sanguíneos do coração, cérebro e sistema circulatório. E isso pode resultar em graves doenças cardiovasculares.

Somente o exame sanguíneo é capaz de identificar se há risco de doenças cardíacas. Sem o exame, é impossível saber se o colesterol está ou não alterado. Então, o melhor caminho para manter a saúde em dia é ter uma rotina de bem-estar. Manter a dieta equilibrada, praticar exercícios físicos e controlar o peso.

Desta forma, você pode manter o colesterol bom e ruim, ou seja, o HDL e o LDL, dentro dos índices recomendados.  Saiba a diferença entre essas taxas com o cardiologista hemodinamicista Raphael Freire em três perguntas:

Colesterol bom e ruim - Dr. Raphael Freire

Colesterol bom e ruim – Dr. Raphael Freire, Cardiologista hemodinamicista, CRM-GO 11866

Aurélia Guilherme – O que é colesterol?

Dr. Raphael Freire – O colesterol é um tipo de gordura encontrada no organismo. É importante porque é usado na produção de vários hormônios. São eles: vitamina D, testosterona, estrógeno, cortisol e ácidos biliares que auxiliam na digestão das gorduras. Nosso próprio organismo é responsável pela produção de mais da metade do colesterol. A outra parte vem da dieta. O colesterol em excesso é um dos fatores de risco para graves doenças cardiovasculares.

A cardiopatia isquêmica acontece quando alguma coisa atrapalha a irrigação do coração (que, além de bombear sangue para o resto do corpo, também é movido a sangue!). Isso rola quando placas de gordura, colesterol, cálcio ou colágeno se acumulam nas artérias, dificultam a circulação do sangue e atrapalham o ritmo do músculo mais importante do seu corpo. Coraçãou parou, suas células começam logo a morrer. Aí, já viu. O risco da doença aumenta com a idade, mas também pode ser agravada por tabagismo, consumo de carne vermelha, diabetes e hipertensão arterial.

Aurélia Guilherme – Podemos dizer que o HDL é o bonzinho?

Dr. Raphael Freire – Sim! HDL é o que chamamos de colesterol bom. Seu papel é remover o excesso de colesterol dos tecidos e levá-lo ao fígado. Trabalha como uma espécie de protetor, evitando problemas cardíacos e aterosclerose. A aterosclerose é uma doença que força o coração a trabalhar com mais força. Isso se dá pela  formação de placas de gordura que obstruem e reduzem o fluxo sanguíneo. Dessa forma surgem os problemas cardiovasculares graves. Então, temos muitas pesquisas e estudos sobre o tema. Elas demonstram que quem tem concentração elevada de HDL, o colesterol bom, está mais protegido com infarto.

Aurélia Guilherme – E como age o LDL, o colesterol ruim?

Dr. Raphael Freire – O LDL faz o transporte de colesterol e de triglicerídeos do fígado e do intestino até os tecidos. Quando está em excesso, o LDL alto, ocorre a formação de placas nos vasos do coração e do cérebro. Desta forma, há obstrução do fluxo sanguíneo. Nestes casos, o pacientes está suscetível ao infarto e acidente vascular cerebral. Esse acúmulo de gordura nas artérias se incia na infância, mas se manifesta de forma mais comum na vida adulta. Para combater, é fundamental a ingestão de alimentos ricos em fibras, vegetais, frutas e verduras desde a infância.

Índices recomendados

Depois de saber a diferença entre colesterol bom e ruim, é importante também avaliar suas taxas.

Em adultos maiores de 20 anos, os valores de LDL devem estar abaixo de 100mg/dl. O HDL deve ser superior a 60mg/dl. Já o colesterol total, que nada mais é do que a soma de todos, não deve ultrapassar 200mg/dl.

Leia também Cateterismo cardíaco, com o cardiologista hemodinamicista Raphael Freire

#boavida #boavidaonline #dianacionaldecombateao colesterol #combateaocolesterol #vidasaudavel #colesterolbomeruim #dr.raphaelfreire #cardiologia #saudedocoracao #infarto #doencacardiovascular #avc #colesterolbom #colesterolruim #aureliaguilherme #portalboavida

 

Comentários