Dia Internacional do Homem

Hoje, dia 19 de novembro, é a vez de celebrarmos o Dia Internacional do Homem. Nosso consultor em Diabetes, o Endocrinologista Paulo Prata, fez questão de preparar uma mensagem de alerta para o gênero masculino. Confira:

pressoalta

Foto/Reprodução

Dr. Paulo Prata, Endocrinologista, CRM-GO 3446.

Dr. Paulo Prata, Endocrinologista, CRM-GO 3446.

“Hoje é o dia Internacional do Homem. Parabéns a todos e em especial aos meus pacientes, por quem tenho um carinho muito especial. Todo esse mês, tenho me dedicado a falar sobre o Diabetes, uma epidemia assustadora e que faz parte de minhas preocupações, uma vez que suas consequências podem ser devastadoras. Posso até ser repetitivo, mas nunca é demais dizer que o estilo de vida tem tudo a ver com a doença.

O mundo de hoje é estressante e nos deixa vulneráveis a uma série de problemas, como por exemplo a Hipertensão. A combinação entre Diabetes e Hipertensão pode ser terrível para o coração. E se a pressão sanguínea elevada for decorrente dos efeitos colaterais do Diabetes, o quadro se agrava e pode chegar aos vasos capilares dos rins, comprometendo de forma importante o sistema de filtragem dos nutrientes em progressão perigosa, caso não se reverta o excesso de glicose na corrente sanguínea. A hiperglicemia lesiona os rins, que não conseguem reter as proteínas do sangue, que são expelidas pela urina. O órgão se expande por conta do excesso de açúcar e comprime os vasos sanguíneos; a pressão arterial sobe, com riscos de total falência do rim. Bem, o pior ainda está por vir. Um rim artificial, em um tratamento de Diálise é o que espera esse paciente que não se cuidou adequadamente. Não deixe que isso aconteça. O Diabetes faz mais de 350 mil vítimas no mundo, dos quais, muitos sequer sabem ser portadores dessa doença. Com exames de check up regulares e controle da doença, é possível viver com qualidade e saúde! As mulheres se cuidam bem mais do que os homens. Portanto, no Dia Internacional do homem, se dê de presente um pouco mais de saúde. Cuide-se! “

Comentários