Dia Nacional de Prevenção de Acidente de Trabalho, com Fábio Pascholati

Hoje, comemorando o Dia Nacional de Prevenção de Acidente de Trabalho (27 de julho), vamos abordar um tema que faz parte da rotina de muitos brasileiros: as dores nas costas. Segundo o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), dor na coluna está entre os principais motivos de afastamento do trabalho.

Dr. Fábio Páscholati, Médico do Trabalho, CRM – GO 10926

Quem trabalha muitas horas na mesma posição, tanto sentado quanto em pé, pode apresentar dores na coluna. Quem fica demais no computador, pode desenvolver outras doenças, como tendinite. Outro ponto, é a maneira errada de sentar-se durante o horário de trabalho. A falta de postura é uma das principais causas de “lombalgia”, mas que pode ser evitada, ao adquirir hábitos melhores durante o expediente.

O ideal é sentar-se em uma cadeira regulada com sua altura. A postura correta é com as costas apoiadas, o quadril e joelhos flexionados em ângulo de 90 graus, e os pés encostando no chão. Se possível, fazer alongamentos ao longo do dia. Algumas empresas oferecem ginástica laboral, são alguns minutos de aulas coletivas. Participe! Se a sua não tiver, faça sozinho, não custa nada. Deixe a preguiça, saia um pouco do computador e movimente-se!

Se você exerce suas obrigações, na maior parte do tempo em pé, é importante evitar posições que flexionem a coluna. Alongamentos também são indicados nestes casos.

Outro ponto, é que precisamos aprender a lidar bem com a nossa rotina. O estresse pode ser o ponto inicial para causar diversas doenças, como cefaleias, torcicolos, gastrite, hipertensão arterial e queda na imunidade do organismo. A prática de uma vida saudável, com alimentação correta, exercícios físicos, é uma receita infalível para se viver bem. Nosso bem-estar depende de hábitos saudáveis para o corpo e mente.

Comentários