Dicas para voltar a praticar exercícios e deixar de vez o sedentarismo

rodrigo-bicudo-sedentarismo

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o sedentarismo é responsável por cerca de 15% das mortes no Brasil, de maneira direta ou indireta. As mulheres lideram esse ranking, que chega a 50% da população total do País. O mais grave de todos esses dados, é o fato da maioria das pessoas ter o conhecimento da importância dos exercícios físicos, já que é uma das formas de prevenção de diversas doenças e, mesmo assim, não praticar atividade alguma. Muito além de um corpo ideal, a atividade física precisa ser encarada como um auxílio a uma vida mais saudável, que nos ajude a lidar com o estresse do dia a dia, fazendo bem ao corpo, à saúde e à mente.

rodrigo-bicudo-personal-trainer-sp

Rodrigo Bicurdo, Personal Trainer – CREF: 34997-G/SP

Aos que estão planejando voltar a se exercitar, o Personal Trainer Rodrigo Bicudo tem dicas preciosas. A primeira é: buscar orientação profissional. “Prescrever o próprio exercício é tão perigoso quanto um paciente se automedicar sem consultar um médico”, alerta. São os profissionais em educação física, que lhe ajudarão a atingir seus objetivos relacionados aos exercícios físicos, seja para aumentar a massa muscular, reduzir porcentagem de gordura corporal, aumentar sua resistência, melhorar sua postura, entre outros”.

Outro detalhe importante, é não exigir o máximo do seu corpo assim que retomar as práticas físicas, é necessário se adaptar aos poucos, levando em conta a evolução do sistema neuromuscular e cardiorrespiratório. “O exercício físico deve ser feito para a vida toda, por isso, devemos ir gradualmente, evitando uma lesão e, consequentemente, a interrupção dos treinos, para fazer fisioterapia”, aconselha o Personal.

Para aqueles que ainda têm dúvida em relação ao melhor exercício, Rodrigo afirma não existir melhores, mas sim prioridades pessoais ou até indicações médicas. “O mais importante é regularidade nos exercícios físicos para, assim, conseguir alcançar resultados efetivos. O segredo é testar algumas modalidades até encontrar aquela que se tenha mais prazer em fazer”. A frequência mínima ideal é de duas vezes por semana, mas treinos de três a quatro vezes por semana, obviamente, tendem a ser mais eficazes.

Não queira resultados rápidos, a maioria das pessoas não gosta de ouvir, mas ninguém que está 10, 20 ou 30 kg acima do peso engordou tudo isso em um mês e, da mesma forma, não irá eliminar o excesso de peso rapidamente. “As pessoas estão muito imediatistas hoje em dia. Milagres não existem, pelo menos não em relação a exercícios saudáveis”, afirma Bicudo. Ainda segundo ele, a pressa e os exageros podem custar caro, resultando em lesões, desmotivação e, consequentemente, desistência do programa de exercícios físicos definido.

rodrigo-bicudo-personal-trainer
#FicaaDica

“Duas variáveis são importantes quando pensamos em prescrição de exercícios: o volume (tempo de corrida ou quilometragem rodada) e a intensidade (velocidade da caminhada ou corrida). Para os iniciantes, três treinos por semana, com duração de 30 minutos e intensidade de leve a moderada. A cada duas ou três semanas, pode – se aumentando o volume do treino, ou seja, 35 minutos, depois 40 minutos, até chegar em uma hora. Depois, seria interessante ir aumentando a intensidade aos poucos, colocando até pequenos trotes nessa caminhada. Para começar, sugiro trotes leves de 30 segundos e um intervalo de quatro minutos, por exemplo”, aconselha Rodrigo Bicudo, Personal Trainer.

Comentários