Fisioterapia obstétrica, um suporte fundamental à gestante, com a fisioterapeuta urogenital Betania de Jesus

A Fisioterapia obstétrica tem como objetivo proporcionar bem estar físico e psicológico durante a gestação, parto e pós – parto.

Fisioterapia obstétrica, um suporte fundamental à gestante, com a fisioterapeuta urogenital Betania de Jesus

A fisioterapia obstétrica trabalha toda a estrutura sobrecarregada da gestante. O resultado vem na forma de bem estar e total alegria para aumentar a família

Fisioterapia obstétrica

Imagine quantos desconfortos podem ser evitados, se há o auxílio de um profissional especializado em gestante, nos momentos de metamorfose! A fisioterapia obstétrica se baseia em exercícios de alongamento, respiração, relaxamento. Nós sabemos o quanto essa é uma fase é especial. É preciso repensar o corpo e deixar que ele tenha espaço, flexibilidade e força para acomodar todas as transformações desse momento.

Fisioterapia obstétrica, um suporte fundamental à gestante, com a fisioterapeuta urogenital Betania de Jesus

Betania Maria de Jesus, Fisioterapeuta Uroginecológica, CREFITO 184572 – F

Além disso, quantas queixas de câimbras, falta de ar e inchaço! Se as gravidinhas soubessem os desconfortos que poderiam ser evitados ao fazer a fisioterapia obstétrica! Este é um acompanhamento fundamental no bem estar geral da gestante. 

Mais benefícios

O fortalecimento muscular em determinados locais que são sobrecarregados na gravidez preparam a mulher para todos os períodos que envolvem essa fase, no pré, no parto e no pós parto. Há todo um preparo da musculatura abdominal, do períneo e de todo assoalho pélvico.

A fisioterapia utiliza técnicas de cinesioterapia, como o alongamento. Há também, simultaneamente, fortalecimento adequado para a idade gestacional dos músculos perineais e abdutores da coxa. Assim, os sintomas de desconforto muscular, dor são diminuídos e notáveis a melhoria de qualidade de vida da gestante.

Respiração

Em nosso programa de atendimento, utilizamos ainda, técnicas de treino respiratório. O treino consiste em trazer o controle da respiração à gestante. Ela aprende a trabalhar toda a sua capacidade pulmonar com o objetivo de manter o equilíbrio em vários momentos da gravidez.

O exercício com bola suíça, que pode ser usado para exercitar, simultaneamente, várias estruturas musculares. Cada movimento, trabalha a percepção sensorial da gestante. É muito bom!

A Fisioterapia obstétrica que pratico tem ainda, recursos existentes para controle da dor do trabalho de parto. Trata-se da eletroestimulação transcutânea (TENS). O aparelho diminui a sensação dolorosa nas fases iniciais do parto. Isso evitaria a necessidade da utilização de métodos farmacológicos. A TENS pode ser utilizada, como coadjuvante durante e após o parto. Um reforço utilizado, como um recurso analgésico, bastante viável no controle da dor.

A massoterapia é uma técnica que poderá ser utilizada, a fim de trazer alívio nos locais como: região lombar e membros inferiores.

Portanto, a todas as gestantes que queiram usufruir ao máximo desse momento mágico da vida, recomento a fisioterapia obstétrica. Este é um suporte e tanto à gestante. Afinal, nada melhor do que todo o corpo se acomodar em berço esplêndido. O útero se expande, tudo se expande sem qualquer transtorno e volta ao seu local de origem. Com naturalidade, com preparo muscular, com flexibilidade, com plenitude.

Bem vinda à fisioterapia obstétrica: Eu sou Betânia Maria de Jesus e estou ao seu dispor!

Visite o meu perfil no Portal Boa Vida Online. Todos os meses, me dedico a escrever sobre algum assunto de seu interesse!

#fisioterapiaobstétrica #fisioterapiaemgestantes #fortalecimentomuscular #boavidaonline #boavida #aureliaguilherme

 

Comentários