Implantodontia – O sorriso libertador de Flávia Alessandra

Esta é uma matéria diferente.  Para falar dos avanços da implantodontia, pretendo voltar ao passado. Mais especificamente a oito anos atrás, quando conheci a advogada Flávia Alessandra. Uma história semelhante à de outros milhões de brasileiros e que é comovente. Não ter dentes é algo que vai muito além da dificuldade de mastigação. Não ter dentes atinge a alegria, a plenitude da alma.

Flávia Alessandra

Com a implantodontia surgiu uma nova Flávia, totalmente repaginada, em um lindo sorriso

Implantodontia

Vou contar a história de Flávia Alessandra alternando o texto com uma gravação que fizemos quando era apresentadora de TV. Nesta gravação, trago também, toda a tecnologia da Implantodontia. Dois dos mais renomados cirurgiões dentistas, Jairo José e Dario Godinho (leia-se CBI), foram os responsáveis pela transformação dela.

Implantodontia - O sorriso libertador de Flavia Alessandra

Através da moderna Implantodontia, os doutores Jairo José e Dario Godinho já transformaram sorrisos. Assim, em mais de duas décadas de atuação, devolvem a auto-estima a milhares de pessoas. Foram eles os responsáveis pela transformação de Flávia Alessandra

“Eu tinha muita vergonha de sorrir. Por ser naturalmente alegre, sempre que sorria me lembrava da realidade dos meus dentes. Não dá para esquecer. Esse detalhe marca a mente, que se torna um algoz a lhe lembrar o tempo todo: Pare se sorrir! Sua boca é um lixo!  Uma tristeza profunda me abatia, quando vinha essa consciência da impossibilidade de demonstrar minha alegria com o sorriso bonito”. É o que contava Flávia Alessandra.

Flávia Alessandra 8 anos atrás…

Vamos à história da Flávia

Quando conheci Flávia Alessandra Martins ela não era tão lindinha, como é hoje. Embora sempre altiva, Flávia sofria de um tipo de vergonha, que é comum a boa parte dos brasileiros. A vergonha de sorrir. Seus dentes, quase todos corroídos, estragados e com muitas falhas eram uma pancada em sua autoestima. Mesmo assim, tamanho o seu carisma, Flávia não deixou de se relacionar com as pessoas. Mas, evidentemente, o espelho não refletia a alegria de um sorriso franco e aberto. A mão sempre encobria a boca. No próximo vídeo, a própria Flávia conta como perdeu os dentes:

“Preconceito? Não ter dentes é terrível, também por esse motivo. Lembro-me de um episódio. Eu estava numa dinâmica para conseguir um emprego (felizmente consegui a vaga, porque não dependia de aparência física). Depois, uma colega me confidenciou​ que ao me ver pensou… “Nossa coitada dessa daí! Com esses dentes não vai conseguir nada na vida. É triste, mas a péssima aparência coloca um rótulo no seu sorriso. Ao abrir a boca, as portas se fecham. E, se é difícil a vida de quem tem bons dentes, imagine a vida de quem não os tem? Nós nos tornamos sobreviventes de um mundo que classifica aqueles que não têm condições de se cuidar”, Flávia Alessandra.

Evolução e tecnologia dos implantes

Em poucos dias, aquela realidade se tornou passado e surgiu uma nova Flávia, totalmente repaginada, em um lindo sorriso. Os responsáveis por toda essa transformação, os implantodontistas Jairo José e Dario Godinho, nos relatam as etapas desse tratamento:

Pós-operatório sem dor alguma, com pouco edema e sem hematomas

“Como eu morava em um lugar bastante humilde, não era muito complicado… Porque a maioria da pessoas com as quais eu convivia, também não tinham condições de um tratamento dentário. O grande problema aconteceu quando tive que entrar no mercado de trabalho. A aparência conta muito na hora de arrumar emprego. Outro grande problema veio quando ganhei a bolsa na faculdade. Uma amiga íntima usou exatamente essas palavras: “Não acredito que você tem coragem de entrar em uma faculdade desse jeito.”

O próximo vídeo é bem curtinho. Apenas registra o sorriso, cheio de falhas, poucas horas antes do milagre da odontologia.

Nasce a nova Flávia…

“Foi incrível! Parecia que eu estava vivendo um sonho.  Não acreditava que pudesse ter de volta o meu sorriso. Já havia me esquecido do prazer que é sorrir despreocupada e segura de que não tenho mais que sentir vergonha. Demorei ainda, algum tempo, para deixar para trás a velha mania de tampar a boca”!

São inacreditáveis a rapidez e o alcance da Implantodontia moderna

“Quando me vi no espelho, tive uma reação hilária. Não conseguia parar de rir. Na verdade eu quase gargalhava. Parece que todos os sorrisos reprimidos durante todos aqueles anos vieram à tona, sem que eu pudesse me conter. E veja, que era apenas uma prova provisória. Mas já achei perfeito. O doutor Jairo se divertia com minha reação. Foram vários minutos rindo sem parar. Eu não conseguia disfarçar a alegria de um sonho realizado. Foi libertador”, Flávia Alessandra

“Em um primeiro momento, nem acreditei que se tratava mesmo de mim. No espelho, me lembro que demorei a me reconhecer. Aquela imagem refletida parecia ser outra pessoa. Meu rosto ficou totalmente diferente. Não melhorou apenas o sorriso. Melhorou tudo. Me tornei uma mulher segura, alegre, sorridente, feliz… sem contar o quanto mastigar é bom. Hoje posso comer tudo, sem medo ou dor nas gengivas.  Hoje, posso ser feliz, com plenitude! Posso beijar, sem receios. Posso demonstrar a pessoa que sou. Eu sei o que é ser feliz. E, como diz o pianista e regente Victor Borges: ‘O riso é a menor distância entre duas pessoas'”, Flávia Alessandra.

#boavida #boavidaonline #drdariogodinho #drjairojose #implantodontia #sorriso #autoestima #aureliaguilherme #blogdaaurelia

Comentários