Incontinência Fecal

Incontinência fecal|Boa Vida Online
Incontinência Fecal

Quão terrível perder a incapacidade de controlar a eliminação das fezes. Esse distúrbio compromete a qualidade de vida e se manifesta mais nas mulheres do que nos homens. A causa desse problema pode ser natural ou adquirida, como consequência de enfermidades da região anal, do intestino preso, de cirurgias no períneo, de cirurgias para tratamento de câncer, de traumas provocados por acidentes e  gravidez. Sim, a força de um trabalho de parto pode causar degeneração parcial do nervo pudendo e acarretar o problema.

Outra causa importante desse mal é a prisão de ventre, que é mais comum no sexo feminino. Esta é outra razão, pela qual a incontinência fecal ocorre com maior frequência nas mulheres.

Doenças como: Acidente Vascular Cerebral (AVC); Diabetes e Esclerose Múltipla também podem causar incontinência fecal. A idade avançada e a menopausa levam ao enfraquecimento dos músculos da contração perineal e também podem ser causa da Incontinência Fecal.

O diagnóstico é realizado por meio de um exame proctológico, que permite avaliar a flacidez dos músculos do ânus. Outra etapa do diagnóstico conta com a Retossigmoidoscopia, um exame endoscópico de imagem que visualiza a parte interna das porções mais baixas do intestino. O tratamento, quando clínico, consiste na correção do tipo de evacuação, através de dieta e de medicamentos para a diarréia ou para aumentar bolo do fecal, em casos de prisão de ventre.

A fisioterapia do assoalho pélvico é fundamental. A interferência cirúrgica é recomendada apenas em casos selecionados.

Comentários