Miomas Uterinos, com o Ginecologista e Obstetra João Luiz Tarlé Rosa

Miomas Uterinos tratamento Ginecologista e Obstetra João Luiz Tarlé Rosa

Dr. João Luiz Tarlé Rosa – Ginecologista e Obstetra – CRM – GO 7014.

“Como Ginecologista e Obstetra, me causa sofrimento ver que muitas mulheres não conseguem engravidar tão facilmente e que, muitas delas, têm hemorragias incômodas e constrangedoras, principalmente porque as mulheres de hoje não têm muito tempo, trabalham em várias atividades, são ativas e dinâmicas. Esses sintomas não combinam em nada, com a mulher moderna, vamos combinar! E ainda nem citei as dores na região pélvica, o abdome inchado e outros sintomas de um problema muito frequente:  Mioma Uterino, tumores benignos, ou seja, não cancerosos, formados a partir de uma fibra muscular do próprio útero, que se desenvolvem, crescem e causam esses transtornos. Ou, não!

Miomas Uterinos tipos de miomas diagnóstico do mioma uterino

A ilustração revela alguns dos tipos Miomas Uterinos e sua localização no sistema reprodutor feminino.

Boa parte dos Miomas pode também não apresentar sintomas. Nesses casos, as mulheres só descobrem ser portadoras do problema, quando eles já estão lá há mais tempo. Como disse anteriormente, o diagnóstico acontece quando começam a ocorrer ciclos menstruais irregulares, com fluxo exagerado de sangramento (hemorragia), dores crônicas na região pélvica, aumento do volume abdominal e infertilidade. Sim, Miomas são um obstáculo à gravidez. Porém, não há necessidade de desespero. Embora ainda não se saiba a causa exata das razões do aparecimento dos Miomas Uterinos, a ciência e pesquisa já fizeram muitas descobertas à respeito do assunto e no desenvolvimento de drogas e tratamentos realmente eficientes para reverter o mal.

Sabe-se, por exemplo, que os Miomas são hormônios-dependentes de progesterona e estrogênio. Prova disso, é que com a chegada da menopausa e, consequentemente, a queda na produção desses hormônios, a tendência é que eles diminuam. Além disso, há de se considerar o histórico familiar, a origem étnica (mulheres negras são mais vulneráveis) e a obesidade, fatores que colaboram para o surgimento desse problema.

Muitas vezes, no próprio exame clínico, um simples toque ginecológico de rotina é capaz de chegar a um possível diagnóstico, pelo útero estar aumentado. O diagnóstico se confirma, através de exames de imagem, como o ultrassom transvaginal. Com esse exame, temos o relatório ampliado do problema: quantidade de nódulos, sua localização e o tamanho de cada um deles. Todos esses dados importantes sobre a paciente, nos auxiliam na definição da melhor forma de tratamento.

Miomas Uterinos sintomas dos miomas uterino tratamento para o mioma uterino

A dor pélvica é dos principais sintomas manifestado pelos Miomas Uterinos,

O tratamento desse tipo de tumor inclui medicamentos que amenizam os sintomas e desconfortos provocados pelos Miomas. Com os medicamentos, tentamos diminuir o sangramento excessivo e a dor pélvica, por exemplo. Como sabemos que esses tumores são alimentados pela ação de hormônios femininos, é possível um controle bem eficiente dessa condição com medicamentos específicos. Se não houver evolução do tratamento por essa via, podemos encaminhar a paciente para uma embolização de miomas  e até para uma intervenção cirúrgica para retirada dos tumores. E, para aqueles casos em que os miomas se apresentam com grande volume, há de se considerar a necessidade de uma histerectomia, a cirurgia de retirada do útero.

O importante  é lembrar à mulher que converse sobre todas as suas dúvidas com o especialista; que faça exames ginecológicos periódicos, extremamente importantes para que qualquer problema, que possa surgir, seja revelado em seu início; que tenha a tranquilidade de que a medicina tem amplas condições de resgate da saúde e restabelecimento de uma condição desfavorável. Cuide-se!”

Comentários