Música e poesia, com Lucas Gemelli

poesias-do-lucas-gemelli-poesia-e-musica

Lucas Gemelli nasceu em Porto Velho, filho de gaúchos que foram trabalhar lá. Assim, apesar de ter nascido no Norte, foi criado dentro da cultura gaúcha. Em 2004, se mudou para Brasília, morando no Centro-Oeste desde então. Por isso, quando questionado sobre de onde é, responde: acho que um pouco de cada lugar. Se formou em 2013, em Odontologia na UNB, e fez especialização na área de Implantodontia. Comenta rindo que ninguém acredita. Assim, divide seu tempo entre o trabalho e as grandes paixões da sua vida: música e poesia. Sua página no Facebook (Poesias do Lucas), tem mais de 6 mil curtidas e, recentemente, se dedica à banda OTarot. Confira essa história de amor e dedicação à arte:  

Boa Vida Online – Poesia e música sempre andaram juntas na sua vida?

Lucas Gemelli – A música chegou antes da poesia na minha vida, ainda em Porto Velho, quando ganhei o primeiro violão dos meus pais. Fiz algumas aulas, mas não era nem um pouco dedicado. Logo larguei. Segui fuçando no violão e aprendendo com as tão velhas, hoje em dia, revistinhas de cifras. Até então nunca tinha arriscado fazer minhas próprias músicas.

Boa Vida Online – Quando você começou a escrever seus poemas e suas letras de músicas?

lucas-gemelli-musica-e-poesia-min

Lucas Gemelli, cirurgião-dentista, músico e poeta

Lucas Gemelli – Mudar para Brasília foi muito difícil para mim, que tinha muitos amigos de uma vida “inteira” em Porto Velho. Na época tinha 13 anos e me senti muito sozinho, nesse céu que não acaba mais. Comecei a conversar comigo mesmo, em forma de música. No primeiro ano surgiram as primeiras músicas, coisa de criança, mas já começando a entender qual era minha missão aqui. Fui escrevendo cada vez mais músicas até que em 2008, decidi participar de um festival musical que acontecia na minha escola, o La Salle. Formei uma banda e escrevi duas músicas para a ocasião. Com muita surpresa acabei ganhando e reforçando minha impressão de que meu futuro estaria ligado à arte. Já na UnB formei minha primeira banda, a ‘Verano’, na qual estive por três anos. Quando a banda acabou revisitei aquele estado de me sentir sozinho, deslocado, sem saber muito bem para que lado levar minha vida e meu sonho. Entrei em contato comigo mesmo, aquele Lucas que chegou em Brasília em 2004, e decidi começar a escrever poesia, pela primeira vez sem música. Mergulhei de cabeça nesse universo e descobri uma paixão tão forte quanto a música. Escrevia muitos poemas todos os dias, me descobria e postava alguns na minha página pessoal do Facebook. Até que um dia uma amiga me sugeriu abrir uma página de poesia, para facilitar o acesso das pessoas que gostavam do que eu escrevia. Criei a “Poesias do Lucas” e comecei a postar meus poemas com fotos, montagens simples mas muito sensíveis, que eu fazia em casa e fotografava. Aos poucos a página foi crescendo até que, hoje em dia, já passa das 6 mil curtidas. Foram tantos comentários, compartilhamentos, mensagens de carinho que nunca mais me senti sozinho. Descobri na poesia uma companheira para vida toda, quase uma terapia.

Boa Vida Online – Muitos dizem que escrever é libertar suas emoções. Você acredita nesse princípio?

Lucas Gemelli – Essa é uma das maiores certezas que eu tenho na vida. Algumas coisas que só ganham voz, se forem escritas, pelo menos comigo.

Boa Vida Online – De onde vem sua inspiração?

poesias-do-lucas-gemelli-minLucas Gemelli – A inspiração, para mim, é meio que andar em um campo aberto, sabe? Todo caminho é um caminho. Não é uma cidade com ruas definidas, esquinas e etc. Então, eu estou sempre atento e pesco algumas coisas que acontecem pelos meus dias, ou, até coisas que não acontecem, que eu imagino ou gostaria que tivessem acontecido. Antigamente, eu parava tudo e já escrevia na hora quando me aparecia um tema; hoje em dia, eu fico “matutando” a ideia na cabeça um tempo, até o momento em que elas já estão gritando e pedindo para conhecer o mundo.

Boa Vida Online – Em meio ao caos que está o mundo atual, você, quase sempre, fala de amor em suas publicações. Na sua opinião, qual a importância de falar sobre amor nos dias atuais?

Lucas Gemelli – Eu acho que o papel da arte é trazer para as pessoas o que nos falta. Hoje em dia, falta amor, e muito. Nem sempre consigo falar de amor, às vezes a gente é mais “cardiologista” que coração, mas é uma busca pessoal: fazer tudo com amor e por amor, sempre e sempre.

Boa Vida Online – Agora vamos falar sobre sua banda atual, como começaram?

Lucas Gemelli – O Tarot surgiu de uma conversa que eu tive com o Caio (vocalista), para juntarmos nossas músicas e não deixá-las se perderem pelo caminho. Fomos montando o grupo aos poucos, descobrindo nosso som, experimentando e fazendo músicas novas. Chegamos ao conceito de “Música Nômade”, que é, justamente, o que se transmite no nosso primeiro álbum, o ‘Zero’. Basicamente, é pegar a música popular e usar temperos do mundo todo, seja de Riachão do Jacuípe ou Paris, respeitando sempre o que a letra pede. No Tarot não se não adequa às músicas à banda, mas o contrário.

Boa Vida Online – Quais as novidades e quais as expectativas para “O Tarot”?

poesias-do-lucas-gemelli-poesia-e-musica-lucasLucas Gemelli – Eu acabei de lançar o primeiro álbum da banda ‘O Tarot’, projeto que já venho trabalhando há mais de um ano e meio. Fizemos tudo com paciência, com respeito e com dedicação à nossa música. Sou apaixonado pela parte de composição, de montagem dos arranjos, então, eu imagino os sons e vou atrás deles, independente do instrumento que eu precise tocar para chegar lá. O momento atual é de muita felicidade. Após esse tempo todo em silêncio com a banda, deixando praticamente de lado minha página de poesia por falta de tempo e cabeça, lançamos o álbum e dois webclipes. A aceitação do público está sendo incrível! Estão “chovendo” mensagens carinhosas de apoio e parabenizações, isso alegra até o coração mais cansado. Dia 30 de novembro, fizemos nosso primeiro show, por convite de duas bandas incríveis de Brasília, e foi um daqueles dias para guardar na memória. Dia 10 de dezembro faremos o lançamento oficial do nosso disco, no Teatro Mapati. Todas as informações estão na página da banda. Seria uma felicidade encontrar pessoas que leram nossa entrevista aqui, no Boa Vida Online!

Página de poesia no Facebook: Poesias do Lucas

Página da banda no Facebook: O Tarot

Álbum completo no Youtube

 

O álbum também pode ser encontrado no Spotify e todas as plataformas de streaming.

Assista o clipe da música Cabeceira

Comentários