Prolapso genital – A popular “bexiga caída”, com a fisioterapeuta uroginecológica Betania Maria de Jesus

Incontinência urinária de esforço, dor na hora da relação sexual e até a sensação de ter uma bola na vagina… Esses, são alguns desconfortos que podem indicar prolapso genital. Um mal, conhecido popularmente como “bexiga caída” e que prejudica – e muito – a qualidade de vida das mulheres.

Prolapso genital tem tratamento

A incontinência urinária é um dos primeiros sintomas que podem surgir em casos de prolapso genital

Prolapso genital

Seja por constrangimento ou por desconhecer que o problema tem tratamento, muitas mulheres deixam de procurar ajuda. Nossa consultora em saúde feminina, a fisioterapeuta uroginecológica Betania Maria de Jesus quer conscientizar o público feminino sobre essa questão. O que é prolapso genital, quais suas consequências, sintomas e o tratamento?

Visite o perfil da nossa consultora para mais matérias sobre saúde íntima

Prolapso genital, a fisioterapeuta uroginecológica Betania Maria de Jesus fala do diagnóstico e tratamento

Betania Maria de Jesus, Fisioterapeuta Uroginecológica, CREFITO 184572 – F

“Um dos primeiros sintomas do enfraquecimento do assoalho pélvico é a incontinência urinária. Mas é comum o problema ser ignorado e mesmo passar despercebido, até um agravamento do prolapso. Muitas, só se dão conta do que está acontecendo, quando percebem certa protuberância saindo pela vagina. A sensação é, como se fosse um bola saindo. Uma espécie de sensação de peso no órgão genital, acompanhada de desconforto e dores na relação sexual. Algumas mulheres ainda convivem com infecções urinárias recorrentes, sangramento e corrimento vaginais.

O prolapso de órgãos pélvicos ocorre, quando os músculos e ligamentos ficam enfraquecidos nessa região. Com isso, a sustentação dos órgãos internos é prejudicada. Resultado: bexiga, útero e mesmo o intestino podem descer pelo hiato da vagina. Daí vem a popular ‘bexiga caída’.

O prolapso genital é classificado em três tipos, de acordo com sua gravidade. No grau 1, os órgãos chegam ao interior da vagina; no grau 2, atingem a entrada da vagina; e grau 3, é quando ultrapassam a vagina”.

Fatores de risco

“O prolapso genital é comum em mulheres com históricos de variadas gestações com parto normal. Principalmente quando é feita a episiotomia, aquele corte na região do períneo para ampliar o canal vaginal. Outros fatores de risco são obesidade, sedentarismo e a tosse crônica, já que elevam a pressão abdominal. Há ainda a influência da genética e da idade. A cada década, segundo estudos, a mulher dobra a chance de sofrer de prolapso genital.

Além disso, quando chega a menopausa, há uma queda na produção de estrogênio. Esse hormônio é responsável pela manutenção dos órgãos internos femininos e do assoalho pélvico. Assim, reforça-se a possibilidade do prolapso.”

Prolapso genital, a popular "bexiga caída", tem tratamento

Recupere sua qualidade de vida com o tratamento para prolapso vaginal, a popular bexiga caída

 

Leia também:

Ejaculação precoce

Incontinência urinária de esforço

Incontinência fecal

Alargamento vaginal – 7 motivos para fortalecer o períneo

Recupere sua qualidade de vida

“É importante saber que é possível resolver o problema e devolver a qualidade de vida às mulheres. O principal tratamento hoje é a cirurgia, que é minimamente invasiva. Ela produz ótimos resultados se aliada aos exercícios que fortalecem a região pélvica.

Se você sofre de prolapso, não demore a procurar ajuda. Busque a fisioterapia uroginecológica, Muito pode ser feito pelo fortalecimento de toda a musculatura pélvica.”

“Bexiga, útero e mesmo o intestino podem descer pelo hiato da vagina. Daí, vem a popular ‘bexiga caída’”.

#boavida #boavidaonline #prolapsovaginal #bexigacaida #bexigacaída #saúdefeminina #saudefeminina #saúdedamulher #saudedamulher #mulheres #fisioterapiauroginecologica #tratamentobexigacaida #dornosexo #incontinênciaurinária #incontinenciaurinaria #betaniamariadejesus

 

 

Comentários