Psicologia transpessoal em Goiânia – A hora de curar as dores da alma

Em uma confortável casa, chego para conhecer a turma do curso de formação em Psicologia transpessoal em Goiânia. Nos próximos 3 anos, vamos estar todos juntos, em profundo processo de autoconhecimento. A sala de aula é um grande salão, cheio de almofadas e colchonetes. Nossos caminhos foram abertos para um trabalho de condução para outros níveis de consciência. 

Psicologia Transpessoal em Goiânia - A hora de curar as dores da alma

Já há tempos ensaiava por fazer algo realmente relevante na minha vida. Me matriculei no curso de formação em Psicologia transpessoal em Goiânia e encontrei essas pessoas maravilhosas

Psicologia transpessoal em Goiânia

Emoções, sentimentos, desejos, defesa, dor, autopiedade…. Embora poucas pessoas percebam claramente, os efeitos provocados pelas experiências humanas têm extrema importância no comportamento diante da vida. O curso de formação em Psicologia transpessoal em Goiânia, com o professor Nilton Ferreira é uma imersão no corpo, na psiquê, na consciência e no conhecimento. Junto à ele, outros 3 professores: Yara Carvalho, Isabel Perez Costa e Flávio Clímaco.

Meditação Kundaline

Curso de Formação em Psicologia Transpessoal em Goiânia - A hora de curar as dores da alma

A PsicologiaTranspessoal é um caminho de cura das dores da alma. Quem faz um curso de Formação em Psicologia Transpessoal alcança resgates pessoais, dissipando traumas e travas que impedem a plenitude. No clique, professor Nílton Ferreira e Flávio Clímaco, nossos orientadores se descontraem com a turma no intervalo da manhã

Os trabalhos foram abertos com a meditação Kundaline. De olhos fechados, todos os alunos cravam os pés descalços ao chão. Durante 15 minutos, todo o corpo se movimenta freneticamente ao som de uma música eletrônica. É uma meditação ativa e que acessa outro nível de consciência. Saímos da rotina de um conturbado congestionamento mental para esvaziar a mente em um mantra musicado com sons que ecoam quase em bate estaca. A mente nos leva para este presente. Não há espaço para pensamentos intrusos. Eles invadem a mente, não há como evitar. Mas são expulsos naturalmente pela música e pelo movimento do corpo. 

Conexão com a Terra

De repente, o som muda seu ritmo. Os pés passam a ser o foco. Iniciam movimentos tímidos de percepção do toque ao chão. Esbarramos no outro, mas mantemos os olhos fechados.  Lá se vão mais 15 minutos, agora em passos de dança, por entre o círculo, no escuro.

Em um terceiro tempo de meditação, mais 15 minutos, agora sentados em posição de ioga. Mais uma vez, há oscilação do estado de consciência. A música se acalma, os batimentos cardíacos diminuem, o suor escorre pela testa, a espinha ereta. Tudo se acalma.

Até que nos próximos 15 minutos, estamos deitados em silêncio. A expansão mental, mesmo tímida, para a maioria de nós, iniciantes, se potencializa na audição. O canto dos pássaros soa mais alto. Todos os ruídos, que normalmente sequer ouvimos em nossa vida apressada, se dissipam, junto ao silêncio. 

Desatando os nós

Esse tipo de meditação, quando na fase do sacolejo, deve ir além do exercício físico. O corpo todo se movimenta, como uma forma de quebrar as couraças. Ao entrar nesse estado meditativo, a energia consegue fluir e leva os bloqueios embora. Nos dois últimos estágios da meditação Kundaline, quando cessam os movimentos, há uma vivência de leveza e profundo bem estar.

Percebo que todos da sala, assim como eu, também experimentavam outros sentimentos, além da onda de paz. Eu diria se tratar de um misto de sensações. Há um silêncio interno. Essa meditação, que vivencia 4 estados de consciência, produz, mesmo, efeitos confusos no corpo. Talvez sejam as ondas cerebrais abrindo as memórias tão bem guardadas… Talvez as alterações cardíacas e respiratórias…. Talvez, aquela energia no ar… O fato é que, em alguns de nós, a emoção foi aflorada. 

Curso de Formação em Psicologia Transpessoal em Goiânia

Isabel Perez Costa é uma dos 4 orientadores do curso de formação em Psicologia Transpessoal em Goiânia. Quando as dores se manifestam, ela acolhe. Aliás, aconselho essa imersão a todos que se sentem impedidos emocionalmente de buscar a plenitude

Leia também :

Psicologia Transpessoal – A terapia de expansão da consciência

Respiração holotrópica para expandir a mente

Psicologia transpessoal centrada no corpo

Sonho

O professor Nilton comandava a sala com o olhar. Yara, Isabel e Flávio sabiam exatamente o que fazer. Eles nos olhavam. De repente, o professor Nílton pergunta,  a cada um de nós, sobre qualquer alteração incômoda. Uma garota, no lado oposto ao círculo, conta que teve um sonho. Me esqueci de dizer, que algumas pessoas caíram em sono profundo, durante a última etapa da meditação Kundaline. Estávamos deitados, em silêncio. Percebi que algumas pessoas ressonavam a respiração.

Voltando ao sonho de minha colega, ela se queixou de uma angústia sentida. O professor Nilton a convidou para mergulhar no sonho e buscar o entendimento daquela opressão. Ela se deitou em um colchonete e ele orientou seu retorno ao sonho. Ela extravasou algo preso por muito tempo sob total apoio e proteção dos orientadores. Foi forte. 

Efeito em cadeia

A energia parecia contagiar outra garota que passa por uma profunda transformação interna. Ela busca ser menos exigente consigo mesma. Me pareceu já não suportar seus conflitos internos. Vi claramente que ela decidiu dar um fim ao excesso de  exigência e culpa que sente. Nossa amiga já começou a se libertar de suas amarras. Ao final daquela terapia ela parecia mais aliviada.

Mas, as emoções vividas pelas 2 colegas acertaram, como a uma flecha, o coração de uma terceira amiga de turma. Ela estava bem ao meu lado. Eu já havia percebido, que o processo terapêutico das 2 garotas anteriores foram um gatilho para nossa terceira colega. A dor profunda daquela mulher fora despertada. Minha visão periférica percebia discretos tremores internos no seus braços. Sua respiração havia se tornado ofegante. O professor Nílton olhou para sua direção. E, com doçura na voz, perguntou se ela não gostaria de mergulhar em suas aflições. Foi quando assisti a uma manifestação real de dor da alma.

Curso de Formação em Psicologia Transpessoal em Goiânia

Yara Carvalho, coordenadora do curso de formação em Psicologia Transpessoal em Goiânia, já é uma amiga querida de encontros antigos de autoconhecimento. Esta é uma longa jornada. Yara nos faz refletir sobre “o que fazemos com o que fizeram de nós”. É hora de caminhar rumo a libertação pessoal

Dor da alma

Aquela mulher vinha de uma história mal resolvida com o pai e de total desamparo da mãe. Ela entrou em contato com essa dor e se entregou a uma emoção que eu nunca vira antes. Quanta dor, quanta solidão em si mesma…. 

Quase sempre, as dores da alma são as mais profundas e doloridas e, quase sempre, estão ligadas aos nossos pais. Pais que “entortam a cabeça” dos filhos. Muitos passam pela vida e não conseguem se libertar. Pais violentos, manipuladores, relapsos… Filhos oprimidos, inseguros, perdidos…

As 3 colegas foram acolhidas pelos professores e por todos que se comoveram daquelas histórias. Vidas marcadas por traumas. Mas elas já estão mudando esta condição. Todas as 3 entraram em processo de transformação, na urgência de libertação de tanto sofrimento. Na verdade, todos nós saímos desse primeiro contato com a Psicologia Transpessoal diferentes de quando chegamos.

Forrozinho para encerrar

Depois disso, um forrozinho, com troca de duplas, ia encerrando o primeiro módulo do Curso de Formação em Psicologia Transpessoal em Goiânia

Se o primeiro módulo foi assim, imagine quando formos nos aprofundando no assuntoUm colega me disse que minha vez também iria chegar. Me deu um “frio” no estômago. Todos nós temos alguma dor embutida, não tenho dúvida alguma disso.

O enfrentamento de nossas questões é complicado e exige muito de nós. Mas a libertação da dor é transformadora. Todos nós merecemos o entendimento de nós mesmos. Nada de autopiedade.

A  coordenadora do curso, Yara Carvalho nos fez refletir sobre como nos comportamos com o que fizeram de nós. Isso faz toda a diferença.

Portanto ainda dá tempo de buscar seu lugar nesse curso de formação em Psicologia Transpessoal em Goiânia. São 3 anos de aprendizado. Apenas em um fim de semana de cada mês e 5 dias de imersão por ano em Paraúna. Lá, existe um lugar mágico que se chama Instituto Serra da Portaria. Vamos estar reunidos por lá para vivências inesquecíveis. Tudo isso, para nos libertar das amarras e nos habilitar a terapeutas transpessoais. É fantástico. 

Veja aqui os detalhes do Curso de Formação em Psicologia Transpessoal. As inscrições ainda estão abertas, porém com data limite de matrículas! O próximo módulo ainda recebe novos colegas. Clique no link e se informe!

Psicologia Transpessoal em Goiânia - A hora de curar as dores da alma | Emoção | Boa Vida Online

A coordenadora do curso de formação em Psicologia Transpessoal em Goiânia, Yara Carvalho, o professor Nílton Ferreira e os orientadores Isabel Perez Costa e Flávio Clímaco. Todos fazem um grande trabalho no campo da Psicologia Transpessoal. O curso, com 36 módulos, ainda recebe novas matrículas. Agora é a hora de ser feliz! A vida é breve e, quando é leve, é mais prazerosa

Veja o vídeo com depoimentos de algumas colegas:

#CursodeFormaçãoemPsicologiaTranspessoalemGoiânia #Emoções #sentimentos #desejos #defesa #dor #autopiedade #InstitutoSerradaPortaria #autoconhecimento #meditaçãoKundaline #libertaçãodetraumas #Psicologiatranspessoal #psicologoniltonferreira #terapeutatranspessoal #BoaVidaOnline #BoaVida #AureliaGuilherme

 

 

Comentários