Retirada dos implantes hormonais

Não há como negar o sucesso de aprovação dos implantes hormonais. Depois deles, a vida ganha novos ares. Acabaram-se as cólicas, as preocupações contraceptivas, os sintomas da menopausa, a falta de libido… E, detalhe, com os implantes hormonais, acabaram-se os efeitos colaterais das pílulas orais. Mulheres e homens são bem mais felizes, certamente. Mas, chegou o momento da retirada dos implantes hormonais. É necessária habilidade profissional.

Retirada dos Implantes hormonais

Retirada de implantes hormonais

Durante 6 meses, ou, durante 1 ano, não há mais transtornos dos desajustes hormonais. Não há cólicas, hemorragias, riscos de gravidez, sintomas de TPM e baixa de libido. Os implantes são colocados nos glúteos, ou nos braços e fazem um eficiente trabalho de liberar hormônios na dosagem e horários certos. Uma tranquilidade e tanto aos pacientes.

Geralmente, os implantes hormonais são colocados em menos de 10 minutos. O paciente recebe anestesia local e não sente dor alguma. Porém, de 6 meses a 1 ano depois, será necessária sua troca por outro. O tratamento não pode ser interrompido. 

Mas, e quando termina seu prazo de validade?

Boa parte dos especialistas opta em colocar novos implantes do outro lado dos glúteos ou dos braços. No terceiro ano de tratamento, avalia-se a necessidade de retirar alguns ou todos implantes para colocação dos novos tubetes. Como o material utilizado nos tubetes, é o silastic, sua retirada não é obrigatória. Esses tubetes “vazios” são inertes ao organismo.

Em alguns casos, troca-se o esquema terapêutico, principalmente quando há mudança de objetivos do paciente. Exemplo: Programação de uma nova gestação.  São casos específicos, em que é necessária a retirada dos tubetes.

A retirada dos implantes hormonais exige treinamento especial. Ao contrário de coloca-lo, sua retirada é mais demorada e depende bastante da habilidade do profissional. Há um treinamento específico para isso. O ginecologista, ou outras especialidades cirúrgicas, costumam ter maior facilidade neste momento.

O processo de recuperação do local do implante é tranquilo.

Pode se formar um pequeno hematoma com leve inchaço local. Recomenda-se que, no dia do procedimento, não se faça atividade física. Durante a primeira semana é melhor evitar banhos de piscina ou de mar. No local dos implantes, é feito um curativo impermeável. Quando necessário, faz-se um pontinho de sutura.

Lembrando que é interessante que a cada troca de implantes se faça novo check-up hormonal. Esta é a oportunidade de avaliar como o organismo está reagindo à esta terapia.

Leia também:

Hormônios e ansiedade

#retiradadosimplanteshormonais #implanteshormonais #terapiadereposiçãohormonal #terapiahormonalemgoiania #dramarcellabrasil #AuréliaGuilherme #boavidaonline #boavida

Comentários